Do tubão ao plasma: TV Aratu completa 52 anos de trajetória, com baianidade e antenada às novidades

O dia 15 de março é um marco para a comunicação da Bahia, data de estreia da TV Aratu que completa, nesta segunda-feira, 52 anos de existência, marcada pela inovação, criatividade e baianidade. A “emissora do galinho” foi fundada em 1969, inicialmente como filiada da TV Globo, depois da Rede Manchete, da Central Nacional de Televisão (CNT), até firmar contrato com o SBT em 1997. 
Ao longo dessa trajetória, o pequeno aparelho em preto e branco se transformou em um jovem grande e colorido, por onde passam as mais variadas histórias, em bons e maus momentos. Por isso, em 2021, é sem festa e sem abraço, mas, como sempre, conectada aos interesses e necessidades do telespectador, investindo em tecnologias e promovendo ações sociais.


CEO do Grupo Aratu, Ana Coelho avalia esses 52 anos da sua segunda casa: Pra mim, que nasci depois da Aratu e cresci dentro dela, no começo era fascínio e entusiasmo de criança. Era encantador ver que o conteúdo produzido pela Aratu divertia e informava tanta gente. Depois virou responsabilidade e compromisso, com a noção de que as nossas ações tem o poder de gerar impacto positivo na sociedade”. 
Pioneira – Além do conteúdo de jornalismo e entretenimento, a TV Aratu inovou com a transmissão ao vivo dos programas multiplataforma pelas redes sociais e portal Aratuon. Também é idealizadora, desde 1989, do Arraiá do Galinho, a maior festa junina de Salvador, conhecida por abrir o calendário junino com grandes shows e concursos de quadrilhas. 
“Hoje é estimulante e desafiador planejar o futuro de um veículo que passa por grandes transformações e se reinventa o tempo todo, mas mantendo a mesma essência. Dar voz às pessoas, inovar para transformar e representar bem a força de nossa Bahia. Sinto-me honrada por fazer parte dessa história que completa hoje 52 anos, e motivada a dar os próximos passos junto com um grande time de parceiros”, completa Ana.


De onde vem o galinho – A emissora gera curiosidade pelo mascote que traz na marca. A história do galinho começou com o programa “Bom dia Bahia”, o primeiro jornal local transmitido em Salvador. A TV Aratu foi a primeira emissora a ter programação local no período da manhã e a ave simbolizava a emissora que acordava os baianos todos os dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s